Como vender todos os dias usando a internet

Índice

4.9/5 - (7 votes)

De acordo com um estudo realizado pelo  AT Kearney Global Retail E-Commerce Index 2018 , o Brasil é um dos mercados de comércio eletrônico mais atraentes do mundo, o que se reflete no tamanho do mercado e no potencial de inovação. Somente em 2018, foram gerados cerca de R$ 44 bilhões em comércio eletrônico; em 2019, o número subiu para R$ 48,7 bilhões,descobra nesta serie de artigos,sim serie..serão vários artigos…Como vender todos os dias usando a internet.

 

Como vender todos os dias usando a internet

 

Como vender todos os dias usando a internet

Os compradores on-line aumentaram cerca de dez por cento em 2000 para 67,6 por cento no 2016. Até 2022, o número de usuários de comércio eletrônico aumentará para 54,25 milhões. O grupo-alvo de compras on-line para dispositivos móveis também aumentou constantemente: enquanto em 2011 eram apenas 23% dos proprietários de smartphones e tablets que usavam seus dispositivos para fazer compras online, a proporção de usuários subiu para 69% em 2016 .

O mercado de comércio eletrônico está crescendo e muitos varejistas on-line reclamam do mesmo problema: o tráfego está lá, mas as vendas não se materializam. Enquanto as principais lojas online como a Amazon têm vendas de comércio eletrônico de cerca de 8,12 bilhões de euros , outras estão mortas. É engraçado que, com uma média de 100 visitantes por dia, ninguém decida comprar. O que está acontecendo de errado?

GUIA DEFINITIVO

DO MARKETING DIGITAL PARA PEQUENAS EMPRESAS

guia marketing pequenas empresas 3d 11 1024x683 2

Neste guia eu compilei as principais ESTRATÉGIAS que sua empresa precisará seguir para desenvolver e implementar um plano de marketing digital que gere resultados sólidos e previsíveis para o seu negócio.

A falta de compra pode ter uma variedade de causas, mas, principalmente, tem algo a ver com falta de confiança por parte dos consumidores ao comprar on-line e indicadores de falta de confiança por parte dos varejistas. A maioria dos consumidores agora tem confiança para distinguir fraudadores de lojas respeitáveis, então fique atento a essas dicas se realmente quiser vender todos os dias usando a internet.

Essa classificação sutil é baseada nos seguintes critérios:

  • Construção de confiança
  • Relacionamento com o cliente
  • Uma oferta de qualidade e valor agregado
  • Profissionalismo
  • Otimização nos motores busca

 

Com a ajuda das nossas 9 dicas práticas para vender todos os dias usando a internet

Com a ajuda das nossas 9 dicas práticas para vender todos os dias usando a internet

você pode expandir esses critérios, aumentar suas vendas e converter visitantes em clientes fiéis.

  1. A confiança é seu maior patrimônio

De acordo com um estudo da associação industrial Bitkom , 98% dos usuários da Internet também são compradores on-line, o que representa cerca de 56 milhões de cidadãos. Isso deixa claro: o mercado on-line para compradores está em alta. O mundo on-line faz muitas coisas anonimamente, o que pode ser bom para os cartões de um ou de outro. Mas assim que o dinheiro flui, a maioria dos compradores on-line prefere transparência, para vender todos os dias sua empresa vai ter que fazer o consumidor confiar nela.

A principal razão pela qual os usuários optam por não comprar é a falta de confiança nos seus negócios. Porque os visitantes não o conhecem e nem conhecem seu produto quando visitam sua loja pela primeira vez.

Um experimento mental mostra como essa experiência pode ser sentida. Imagine uma visita à loja no mundo físico:

Os clientes ficam cientes da sua loja, eles entram e olham em volta primeiro. Obviamente, o produto é importante por si só, mas quando se trata da primeira impressão, as circunstâncias externas também contam. Por fim, tudo isso faz parte do pacote geral da jornada do cliente, o que influencia os clientes na sua decisão e dizem se sua empresa vai vender todos os dias ou vai fracassar como a maioria….

A seguir, é apresentada uma lista de ideias executadas automaticamente quando você visita uma loja. Ao lado, está o curso de pensamento análogo de um comprador on-line:

Como o vendedor me afeta? = O que a página Sobre nós diz?

Como o interior funciona em mim?  = É um design harmonioso?

Posso andar pela loja bem e instintivamente? = A loja é fácil de usar?

Quão popular é a loja? Quantas pessoas estão aqui agora?  = Como outros usuários avaliaram a loja?

Como o produto se sente na sua mão? = Existem fotos muito boas que também mostram uma perspectiva de 360 ​​°? O que dizem as descrições dos produtos? Posso entender sem ser um expert do assunto?

Posso experimentar / experimentar o produto em paz? = Existem vídeos mostrando o produto em ação? Talvez vídeos explicativos?

Também posso pagar com cartão aqui?  = Posso pagar com PayPal?

Posso trocar o produto? = Como posso enviá-lo de volta? Eu recebo um voucher?

Leia tambem  Marketing digital : 6 dicas para os iniciantes

Posso obter uma bolsa agradável e ecológica?  = Como está a embalagem do produto? Como isso me alcança

Preciso encomendar o produto primeiro. Quando posso buscá-lo? = Quando o produto será entregue?

E se eu não estiver satisfeito? = O que acontece se eu deixar um feedback negativo?

A falta de confiança não precisa ser desconfiada. Isso só se torna desconfiado quando certas coisas que os usuários esperam não estão disponíveis. Esses fatores são um conjunto de regras no processo do comprador on-line, portanto, eles devem ter um lugar permanente em sua loja se ela quiser vender todos os dias usando a internet.

Conforme a compreensão do idioma, verificação de revisões, provedores de pagamento populares, informações específicas sobre a entrega e uma política de devolução compreensível, mais atrativa uma loja online será. Vamos agora examinar mais de perto esses fatores que não criam suspeitas em primeiro lugar.

  1. O idioma

Nos países de língua portuguesa, em particular, os usuários são extremamente céticos em relação às lojas de língua inglesa ou mesmo chinesa.

De volta ao experimento mental: imagine que você está na nova loja física e há apenas sinais em inglês em todos os lugares e o vendedor se aproxima de você e fala apenas inglês. Isso é literalmente incompreensível para muitos.

  1. Integrar avaliações de clientesComo vender todos os dias 1

 

Mostre que você cumpriu suas promessas no passado, reduzindo assim a preocupação de seus clientes. As análises de clientes são uma maneira simples e muito eficaz de aumentar as vendas. Boas revisões de clientes ou produtos ajudam a remover o ceticismo de seus clientes em potencial e vender todos os dias usando a internet como meio. 65% dos consumidores primeiro descobrem o respectivo varejista on-line através de análises de clientes antes de finalmente comprar dele.

Antes de comprar, os consumidores consultam as opiniões dos clientes on-line.

Para obter o efeito máximo, as análises de clientes devem vir do seu grupo-alvo, para que os clientes em potencial possam se identificar melhor com ele. Além disso, as análises significativas devem incluir o seguinte:

  • As vantagens que seu produto oferece, ou seja, como ajudou clientes anteriores ou o recurso impressionante do produto.
  • Uma foto do produto da perspectiva do cliente reforça a credibilidade da classificação e mostra seu produto no mundo real.
  • Uma classificação que capta esse ceticismo antes de comprar e explica como ele foi rapidamente resolvido.

Você já tem uma loja em andamento e já sabe como vender todos os dias? Muito bom, solicite uma classificação direta aos clientes anteriores para que eles possam integrá-los à sua página imediatamente.

Para manipulação futura, você estabelece a solicitação de análises de clientes em seu processo após a compra. Isso pode ser solicitado, por exemplo, por e-mails de acompanhamento. Ao incluir as perguntas acima neste e-mail, você facilitará o acesso de seus clientes ao processo de feedback. Você realmente lida com seu produto e com a experiência que ele teve com ele.

Top 20 Modelos De Anúncios De Alta Conversão Para Facebook ADS

Capa 3D 1

Copie e cole esses 20 modelos de anúncios do Facebook Testados e Comprovados e crie os seus próprios anúncios de alta conversão.

Digite seu e-mail abaixo para fazer o download

Valorizamos sua privacidade e nunca lhe enviaremos spam.

Se você é proprietário de uma pequena empresa que ainda não tem uma ótima reputação, integre as avaliações de clientes selecionados como referência na sua página inicial; em um ou mais locais de destaque, por exemplo, nas páginas de produtos, na finalização da compra e possivelmente no rodapé.

O varejista do Shopify, por exemplo, usa as análises coletadas dos clientes diretamente na página inicial como um indicador de confiança. Mas eles também usam as análises de produtos individuais nas páginas de produtos individuais para dar mais credibilidade a seus produtos e vender todos os dias.

  1. Não tenha medo de feedback negativo

O principal argumento por que muitos varejistas on-line não integram um sistema de classificação em sua loja é o medo de votos negativos. É claro que haverá mais cedo ou mais tarde, mas isso não é um problema, mas pode até servir bem sua loja.

Porque muitos usuários tendem a acreditar em uma loja se houver críticas negativas. Por exemplo, uma loja com um total de 150 avaliações e duas negativas, parece mais credível do que uma loja com vinte avaliações de 5 estrelas. Os 5 completos nem sempre chegam, porque os revendedores com classificação de 4,5 estrelas vendem três vezes mais que seus concorrentes de 5 estrelas.

Leia tambem  Google Meu Negócio : Como apresentar sua empresa corretamente na internet

Você também pode usar esse feedback negativo como um pódio para mostrar em público como profissionalmente você pode lidar com opiniões desagradáveis e mesmo assim vender todos os dias. O seguinte se aplica: permaneça sempre educado e orientado para a solução, independentemente de quão irracional o cliente se comporte. Transforme um conflito para que as ondas sejam suavizadas – com um voucher ou uma oferta de devolução do dinheiro – mostre-se generosamente e convença os clientes em potencial com sua política de qualidade.

  1. Os brasileiros gostam de selos de confiança

O brasileiro gosta de enxergar sinais de confiança. E assim, reconhecemos crachás, certificados e outros sinais que nos dizem: “Está tudo bem!”

Também no mundo online, nada muda nesse desejo de examinar primeiro um certificado para se convencer das qualificações deles.

No comércio eletrônico, o equivalente ao crachá ou um certificado é o selo de aprovação ( de portais confiáveis ​​de classificação).

Esses selos de confiança são apresentados como uma espécie de carimbo (widget) no cabeçalho ou rodapé e imediatamente permitem que seus visitantes entendam: “Este é um revendedor confiável” e fazer sua empresa vender todos os dias usando a internet.

Esses selos de aprovação não devem se referir apenas a análises de clientes, mas também podem garantir a qualidade do produto ,segurança por parte dos clientes é importantíssimo para vender todos os dias.

  1. Parcerias com atores estabelecidos

Parcerias com atores estabelecidos

Fazer contatos nunca está errado, especialmente se você é um novo player em seu nicho. Através desses contatos, você rapidamente ganha confiança em seu nicho ou comunidade. Seja um pouco corajoso, escreva para seus concorrentes diretos e ofereça alguma forma de cooperação. Estes podem ser produtos em destaque, uma postagem de convidado no blog do parceiro de destaque, a organização de um evento conjunto ou uma campanha promocional nas mídias sociais.

Não há limites para a sua imaginação aqui, lembre-se de criar um valor agregado para o seu parceiro. Assim como seus clientes ainda não o conhecem, seus parceiros em potencial também não o conhecem. Primeiro ganhe sua confiança e as coisas boas vem a seguir.

  1. A prova social

Sim, agora vivemos em um mundo onde podemos e, em alguns casos, temos que provar nossa existência e credibilidade por meio de uma conta nas mídias sociais, por exemplo, como anunciante. Tornou-se muito importante para os clientes dos varejistas on-line encontrar uma página ativa e animada do Facebook ou o animado feed do Instagram.

Suas páginas de mídia social devem ser um pouco mais pessoais que sua loja. Eles permitem que você humanize sua empresa.

Isso pode acontecer na forma de fotos de funcionários ou como fotos dos bastidores, não devem faltar artigos interessantes sobre sua aventura no comércio eletrônico, bem como notícias sobre seus produtos.

  1. Estabelecer e manter um relacionamento com o cliente

Outra boa maneira de construir relacionamentos com seus clientes é através do comportamento altruísta. Isso significa que, oferecendo aos seus clientes algo de graça, eles estão muito mais dispostos a comprar de você do que se você simplesmente deixasse seus produtos falarem por si, experimente usar esta técnica hoje mesmo na sua empresa e comece a vender todos os dias usando a internet.

Como você ainda é completamente desconhecido para os clientes, seus produtos ainda não são tão convincentes quanto você provavelmente espera. Mas isso pode ser alterado rapidamente. Por exemplo, na forma de conteúdo que é útil e cria valor agregado. Podem ser artigos de blog sobre tópicos que preocupam seus clientes, vídeos explicativos sobre perguntas ou instruções importantes, uma série de fotos, uma seção de Perguntas frequentes na forma de um blog ou blog de vídeo.

O relacionamento com seus clientes também pode ser estabelecido e mantido regularmente via email marketing, porque os emails podem parecer antiquados para algumas pessoas, mas são a ferramenta de marketing mais poderosa que temos atualmente.

Qualquer que seja o tipo de conteúdo e estratégia escolhidos, não use esses recursos para escrever outro texto publicitário ou criar um vídeo publicitário – esse não é o objetivo principal.

O objetivo é que seus clientes o conheçam e confiem em você, e eles farão isso apenas se você lhes oferecer um valor agregado. Isso significa: oferecer ao cliente um benefício concreto com seu conteúdo. A venda é feita posteriormente, naturalmente, sem a necessidade de forçá-la.

 

  1. Tudo se encaixa na otimização de mecanismos de busca

Para muitos jogadores online, mesmo para os próprios profissionais de marketing, o SEO é um tipo de alquimia. E não é de admirar, porque o algoritmo do Google é um mistério por si só e muda diariamente porque está em constante evolução e aprimoramento. O destaque é que ele está se tornando cada vez mais humano.

Leia tambem  Como o comportamento de compra das pessoas muda durante uma pandemia

Já discutimos em detalhes o que é importante para as pessoas e seus clientes. Ao contrário, significa que, se você cumpriu todas as medidas acima mencionadas para criar confiança e praticá-las regularmente, sua estratégia de SEO e os métodos que o ajudarão a gerar tráfego qualitativo e vender mais serão cumpridos.

Obviamente, existem sutilezas técnicas e formais de SEO sobre as quais você precisa ter clareza, principalmente ao criar conteúdo, mas isso é apenas um ajuste fino.

Como vender todos os dias 1

Conteúdo gerado pelo usuário por meio de classificações on-line

Se você quer vender todos os dias usando a internet você precisa integrar as avaliações de clientes, ele também desempenha uma melhor classificação nos cartões, pois novos conteúdos são adicionados regularmente em conexão com sua empresa. O Google também gosta de ver isso e classifica sua loja como útil. Além disso, microdados como o 5 estrelas ajudam você a se destacar nos resultados da pesquisa.

Ao criar sua presença nas mídias sociais, você incentiva seus clientes a participar de suas ações. Se as ações forem bem recebidas, comentários, curtidas e compartilhamento serão dados. Essa participação ou conteúdo gerado pelo usuário.

Também é recompensado pelos mecanismos de pesquisa com uma classificação mais alta, pois indica que algo está acontecendo no seu negócio. Ao fazer isso, você está passando a mensagem ao Google de que é um ator sério em seu nicho, portanto: sua loja on-line aparece mais nos resultados da pesquisa.

Backlinks de confiança

Com um crachá de confiança interno, você simboliza não apenas seus clientes de que administra um negócio confiável, mas também mecanismos de pesquisa, porque esse widget vincula sua loja a partir da página de certificado do portal de classificação.

Isso significa que, se o portal de classificação é confiável, ele já possui um certo nível de autoridade de rede. E você se beneficia dessa autoridade de rede, já que um backlink leva de lá para a sua loja e, dessa maneira, recebe um pouco de autoridade por ter esse backlink.

Os backlinks são um grande fator no ranking dos mecanismos de pesquisa e, principalmente, os backlinks de um site que tem uma posição forte em seu nicho são de maior relevância para sua estratégia de SEO.

É por isso que as postagens de convidados com parceiros populares em seu nicho são tão valiosas. Além de ajudar seu parceiro e seu público-alvo com uma contribuição de agregação de valor, você também define um link nessa contribuição que leva à sua loja e voilà: outro backlink valioso.

Uma estratégia de conteúdo constante para tráfego orgânico qualitativo

Uma estratégia de conteúdo constante para tráfego orgânico qualitativo

Por último, mas não menos importante, e um dos pontos mais importantes da sua agenda: a publicação regular de conteúdo relevante. Mas tenha cuidado, estes não são textos publicitários . As contribuições de blog ou vídeo estão disponíveis para o seu público e não para servi-lo como mais marketing de produto. As contribuições são a ponte que você precisa construir para se reunir com seus clientes e, finalmente, vender mais.

Somente se você der a seus clientes em potencial algo regularmente, sejam posts de blog ou vídeos, os mecanismos de pesquisa darão a atenção necessária. Ler ou assistir aos vídeos aumenta automaticamente o tempo médio gasto em sua página – isso informa ao Google que eles produzem um conteúdo muito bom. Assim, o link para sua loja é colocado na área superior das SERPs.

O objetivo não é forçar vendas pontuais e nunca mais ver seus clientes depois. O objetivo é transformar os clientes em embaixadores da marca e você só pode conseguir isso através de uma conexão emocional com a sua empresa.

Não gaste dinheiro desnecessário em publicidade, especialmente se você é um ator relativamente desconhecido. Não conte com sucesso a curto prazo, porque essa é a razão pela qual você ainda não realizou vendas.

Conclusão

Embora seja tentador gerar tráfego rápido, é utópico acreditar que simplesmente olhar brevemente encorajará os usuários a comprá-lo diretamente. Quando foi a última vez que você comprou imediatamente, apenas porque viu um anúncio no Facebook? Provavelmente nunca. Quando os consumidores estão com vontade de comprar, pesquisam no Google e leem resenhas então se foque nisso e comece a vender todos os dias usando a internet.

 

Compartilhar o artigo
Facebook
Telegram
Linkdin
WhatsApp